sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

PRATEADO RADICAL

Quando Jenson Button e Lewis Hamilton levantaram o pano branco que cobria o MP4-25, revelaram um projeto agressivo para, esperam os homens de Woking, levar a McLaren de volta ao sucesso na Fórmula 1. O carro traz muitas diferenças para seu antecessor, principalmente na filosofia aerodinâmica, ficando mais baixo e com uma distância entre-eixos maior.

Pelo
número de detalhes na asa dianteira, percebe-se que a equipe trabalhou bastante o modelo no túnel de vento. São quatro lâminas principais e mais duas secundárias de cada lado, sem contar os diversos canais e filetes que direcionam o fluxo do ar para o resto do carro. É uma asa muito mais trabalhada que a usada no final de 2009, fruto principalmente do uso de pneus dianteiros mais estreitos agora, o que vai permitir a circulação de mais arlimpopara a traseira do carro. Otimizar estes caminhos é o objetivo dos projetistas. A traseira do carro é bastante esguia e a equipe aproveitou a eficiência de refrigeração do motor Mercedes-Benz para fazer as entradas de ar laterais com a menor abertura possível. Assim, deixaram a lateral do carro bem talhada ali, permitindo que o ar circule livremente por baixo até chegar no eixo traseiro – o que deve garantir mais estabilidade para a área. O MP4-25 apresentado estava equipado também com uma longabarbatana” na parte superior da carenagem, uma solução que, confesso, me surpreendi ao não ver adotadas também por Ferrari e Williams, os outros modelos dessa temporada que apareceram.

A McLaren
também escondeu o difusor na cerimônia de hoje, como a Ferrari havia feito ontem. Os projetistas dos dois carros afirmaram que o regulamentomargens para interpretações diferentes e muito se falou em um desenho que vai “no limite das regras”. Está tudo pronto para um belo campeonato e seria uma pena se ele começasse novamente com uma polêmica idiota como a do ano passado. Mas é uma possibilidade cada vez mais presente.

Em resumo, o novo carro da McLaren traz a atenção aos detalhes que é a marca registrada da equipe e um design agressivo que ilustra bem o esforço que está sendo feito para se recuperar do desempenho discreto (e, inicialmente, desastroso) da última temporada.
O lançamento trouxe também a primeira aparição de Jenson Button e Lewis Hamilton num evento oficial da equipe e, nos cinco minutos que estiveram no palco, o atual campeão do mundo se mostrou bem à vontade e esbanjou simpatia, enquanto que o campeão de 2008 esteve um pouco mais sério. Quem vai decidir a disputa interna dos dois é o cronômetro e Hamilton me parece com mais chances nesse parâmetro. Mas o trabalho com a mídia inglesa vai ser fundamental e, pelo menos hoje, Button mostrou que a disputa vai ser acirrada.

12 comentários:

Anônimo disse...

A maior novidade no MP4-25, a meu ver, é o bico dianteiro de "2 andares". Na altura das câmeras fixadas no suporte da asa dianteira, sai um "2º andar"(ou 1º) do bico que certamente mudará bastante o comportamento do fluxo de ar das laterais e do assoalho do carro.
Luiz Eduardo
Curitiba

marconi disse...

O carro fico bonito. Só não gostei daquele "rabão" que colocaram na "cacunda" dele. Rsrs...

Thiago Wilvert disse...

me chamou a atenção também o escapamento...achei bem legal a ideia...

Ainnem Agon disse...

Button vai ficar à frente de Hamilton. Queria ver fotos do Williams.

Jean disse...

Olá Ico, me pareceu que o entre-eixo da McLaren é menor do que da Ferrari, ou que a McLaren é mais alta, pode esclarecer esse ponto?

tibone disse...

Design diferente, futurista e agressivo. Mas o bico do Rb5 está lá, ou pelo menos a inspiração, já que a Ferrari foi mais "verbatim" na cópia.

Bonito carro, será que o prata ainda é exigência do contrato com a Mercedez ? Será que algum dia veremos uma Mclaren laranja oficial (e não de testes?).

Pelo menos até agora, os carros estão mais bonitos que 2009, e isto basta.

Bruno disse...

Enquanto a Ferrari se baseou na parte dianteira da Red Bull, é bom ver que os projetistas não estão apenas copiando o que dá certo. Espero que as inovações da McLaren surtam resultado na pista.

Sid disse...

Achei o carro muito estranho, assim como todos vão ser nesta temporada devido às mudanças no regulamento.
A grande distancia entre eixos ficou muito exagerada em conjunto com a barbatana de tubarão fazendo os pneus parecerem bem menores. O que estou achando interessante é a maneira como os projetistas estão alterando a aerodinamica para conseguir colocar um depósito de combustível maior, nota-se nos carros apresentados uma saliência que antes não existia antes da saída de escape do motor. A foto que mostra o carro na lateral logo me lembrou os antigos e enormes Bugatti Royale Coupé Deville, mas num todo acho que vai ser dos carros menos feios, a Mclaren sempre teve carros bonitos.
Quanto a quem vai andar na frente não me arrisco a dizer, pois estou muito curioso.

Érico disse...

O que me chamou atenção durante a apresentação foi a ênfase dada por todos ao relatar o esforço da equipe em desenvolver o carro. Mesmo para quem já conhece o cliché, fiquei com a nítida impressão que realmente houve um esforço monumental. Tomara que esse esforço, que já resultou num carro de desenho arrojado, dê frutos.

2010 é talvez o ano mais importante para a McLaren neste século, para não dizer da sua história. Desde o divórcio com a Mercedes, passando pela eterna rivalidade com a Ferrari, até a obrigação de dar um carro competitovo aos últimos campeões e chegando à sua própria capacidade de se manter como uma equipe independente; tudo está em jogo. É só olhar para o lado e ver que a Williams, outrora rica e vencedora, jamais se recuperou da perda de Newey e Renault.

Por fim, que diabos eles escondem na traseira do carro? Não bastava colocar um difusor antiquado e ultrapassado para enganar fotógrafos, ou há algo ali que vai além disso?

Resta agora tentar tirar conclusões dos testes e esperar pelo Bahrein.

Érico disse...

Ah sim, levante a mão quem ainda achava os carros até 2008 mais bonitos (apesar do terrível excesso de aletas e apêndices)?

http://formula1.files.wordpress.com/2008/01/mclaren_mp4-23_1.jpg

Paulo Cunha disse...

Depois desses comentários, particularmente Sid e Luis Eduardo, me recuso a falar qualquer coisa!

Mas é por isso que venho aqui me informar...

Peter Sellers disse...

Ico!

Já se sabe com que motor a BMW-Sauber vai correr? Dizem que será Ferrari, mas a BMW permitiria o uso de seu nome na equipe com um motor Ferrari?

E o fato de De La Rosa ter sido escolhido ao invéz do "indicado" da Ferrari, Fisichella, não pode ser um sinal de que não usarão o motor italiano?