terça-feira, 19 de janeiro de 2010

TV BLOGO – OS SHOWS DA MINHA VIDA (13 – TITÃS)


Com doze anos de idade, minha experiência em shows se resumia a apresentações amadoras da escola. Foi com coragem e muita lábia que eu e um colega conseguimos convencer a nossos pais a permitir que fôssemos ao show do Titãs no Ginásio do Palmeiras. Nunca me esqueci da expectativa que eu fiquei quando se apagaram as luzes e começou o teclado com a nota inicial de “Cabeça Dinossauro”. No momento em que entrou a bateria, eu estava pulando o mais alto que podia, junto com todos no lugar. Foi ali que eu percebi a magia que possui um show ao vivo. O primeiro, a gente nunca esquece.

5 comentários:

Klauss disse...

Pô, Ico!

O triste é vc colocá-lo na frente do Deep Purple! heuehuehueheueu

Abração!

Tohmé disse...

Lembro-me desse show do Cabeça DInossauro. Eu tinha uns 15 anos. Tudo escuro e começa com aquela batida da música.

Hoje estou com pança de mamute....he,he

Ron Groo disse...

E quem tiver o orkut do Tohmé vai ver que ele não mentiu...

Eu vi os Titãs certa vez em um show no Vale do Anhangabaú, com algumas outras bandas e artistas, porém o que monopolizou minha atenção foi a selvageria do público (no bom sentido) quando os caras tocavam seus rocks mais bravos.
Em um momento do show se ouviu uma virada de bateria linda e uma introdução nervosa, então Arnaldo Antunes pega um dos microfones e grita: "Utopia" e emenda os versos de "Lugar Nenhum".

Foi de arrepiar, tanto que o naquele dia o vale tremeu, literalmente.

Lucas Carioli disse...

O Titãs até 1989 era fodástico! Uma banda mega-empolgante. Tenho os discos "Cabeça Dinossauro" e "Jesus Não tem Dentes no País dos Banguelas". Os dois são nota 11!

dennis disse...

Outros tempos...Me lembro que tinha uns 15, 16 anos e viajava de ônibus para Londrina ou Maringá para ver Titãs, Paralamas, Irã, etc. Imagina se hoje daria para fazer o mesmo.