sábado, 6 de março de 2010

FOTO DO DIA – GP DE MÔNACO DE 1965

John Surtees lutou muito pela vitória na corrida de Monte Carlo em 1965, numa briga tripla com seu companheiro de Ferrari, Lorenzo Bandini, e o vencedor Graham Hill, da BRM. Mas este último mostrou que não recebeu o apelido de “Mister Mônaco” por acaso. Com um quarto de prova, Hill liderava com uma certa folga quando encontrou um carro rodado na chicane após o túnel. Ele conseguiu frear vários metros dentro da via de escape. Pulou do seu carro, empurrou-o de volta à pista e saiu acelerando para recuperar o prejuízo (outros tempos). Depois de uma intensa briga com a dupla da Ferrari, Hill abriu vantagem para consagrar aquela que considera a maior vitória da sua vida. Surtees tinha o segundo lugar assegurado, mas sofreu uma pane seca na última volta e acabou classificado em quarto.

Fazendo
um paralelo para a F-1 atual, vai ser interessante ver se esse tipo de problema pode aparecer no Bahrein. As equipes ainda não testaram muito o consumo em altas temperaturas e todo mundo deve operar no limite para chegar ao final da prova com um mínimo de gasolina. Será que alguém vai errar nos cálculos, deixando um piloto pelo caminho? Vale a pena ficar atento a isso.

5 comentários:

ba disse...

É, pra variar, lebre levantada por você no Pole de hoje.
A pergunta que faço é: será que hoje em dia haverá algum doido o suficiente pra tentar empurrar o carro alguns metros? (tipo o Mansell)

Anselmo disse...

Os carcamanos deixaram o Massa sem combustível em 2009.

Anônimo disse...

Que curva é essa?
Seria a Curva do Gasômetro?
E eu acho que a Curva La Rascasse nem existia nessa época...

Ico (Luis Fernando Ramos) disse...

É a curva do Gasômetro sim, que mudou de forma e virou a Rascasse hoje em dia.

Mário Salustiano disse...

Ico

outros tempos sim sem dúvida, acabo de assistir um programa da RG e eles continuam "avacalhando" com a forcação de chamar a Virgin de Manor, se fosse em 65 tenho certeza que os pilotos pegariam pesado neles