segunda-feira, 8 de março de 2010

SUSTO

Não sei se Stirling Moss planejava ir ao Bahrein na homenagem dos organizadores aos 60 anos do Mundial da Fórmula 1. Mas depois do acidente feio que sofreu em sua casa em Londres, definitivamente ele tem outras preocupações. Pela descrição do ocorrido - uma queda de três andares -, me parece até um milagre ele estar vivo. No ano passado, eu o entrevistei no grid para o GP da Inglaterra e ele estava bem fragilizado, usando um banquinho para se apoiar pois não tinha muitas forças para andar entre os carros e para ficar em conversando. A mente, porém, estava afiada como sempre. Suas críticas a Max Mosley e Bernie Ecclestone, no auge da guerra FIA x FOTA, foram contundentes e fundamentadas. Tomara que ele se recupere bem desse susto.

4 comentários:

Vinícius Neves Urbanek disse...

Tomara que nada de ruim tenha acontecido ao Moss. Seria péssimo perdermos uma lenda do automobilismo prestes a começar o campeonato dos 60 anos da F1.

Ron Groo disse...

Tomara que Sir Stirling Moss se recupere o mais breve possível e fique conosco por muitos anos ainda...

tibone disse...

Mandando pensamentos positivos para ele.
Ele merece.


Ico, já se sabe quem vai representar o Senna e com qual carro ?
E o Clark, vai ser representado por alguém ?

Ico (Luis Fernando Ramos) disse...

Tibone, pelo que eu apurei, nem todos os campeoes que já morreram (se eu nao errei na conta, sao onze) serao representados na pista. Mas eu tenho o "feeling" que o Senna será. Seja pelo Bruno ou, diria até que com maior probabilidade, pelo Gerhard Berger, que vai estar tb no Bahrein.

Abs!