domingo, 14 de março de 2010

UM DIA DE LENDAS, RETORNOS E ESTRÉIAS

Os braços estendidos em posição de triunfo acompanharam um grito de explosiva alegria. No alto do pódio do circuito do Sakhir no Bahrein, Fernando Alonso ainda absorvia o fato de ter começado sua história na Ferrari da melhor maneira possível. Um início “de sonho”, como ele definiu. Uma vitória que o eleva ao panteão de Maranello como o sexto piloto a vencer sua prova de estréia pela equipe vermelha.

Como
bicampeão mundial, o espanhol havia se sentado horas antes da prova ao lado de grandes nomes do passado, como Jack Brabham, Jackie Stewart, Emerson Fittipaldi e Niki Lauda para a foto comemorativa dos 60 anos da Fórmula 1. Com tantos elementos históricos acontecendo, perguntei a Alonso se ele se sentia realmente uma lenda do automobilismo. Foi uma resposta de modéstia.

-
Não, não me sinto assim. Um dia, quando me aposentar e estiver em casa, posso ver meu nome nos livros e me sentir deste jeito. Mas enquanto respondo sua pergunta, estou pensando na Austrália. Você sempre pensa na corrida seguinte e não se dá conta de vitórias, de campeonatos ou dos grandes nomes que estavam sentados aqui – respondeu, sorridente.

Mas
foi superando os grandes nomes que fazem a temporada de 2010 que o espanhol venceu ontem. Como um Felipe Massa, que encerrou as dúvidas dos persistentes demonstrando uma ótima forma depois do grave acidente do ano passado. O brasileiro perdeu posição para Alonso na primeira volta e não pôde dar o troco, que precisou passar a parte final da corrida poupando o motor por um problema de consumo. Sua alegria com o segundo lugar era a resposta mais contundente para qualquer tipo de teoria da conspiração.

Além
de Massa (“um adversário, não um inimigo”, avisou Alonso à imprensa de seu país), outro que vai brigar por vitórias nas primeiras corridas do ano é Sebastian Vettel. O alemão largou na pole-position e liderou até a 34ª volta, quando perdeu rendimento também por um problema no motor. Mesmo assim terminou a prova emlugar, superado apenas pela dupla da Ferrari e por Lewis Hamilton.

A
corrida de ontem teve ainda a presença de outra lenda das pistas. O resultado de Michael Schumacher, um sexto lugar, foi tímido. Mas o heptacampeão foi realista ao reconhecer que o importante é somar pontos enquanto busca adaptar a um carro cuja natureza se rebela contra seu estilo de pilotagem – a máquina sai de frente nas curvas, ele gosta de uma que saia de traseira.

Assim
começa a temporada da F-1: à altura dos ídolos festejados na festa da efeméride. Com lendas que sonham, se superam e que lutam.

E é
um mundo de gigantes com histórias de pequenos guerreiros também. As lutas das equipes estreantes contra as dificuldades deram um interessante toque humano ao final de semana, com mecânicos passando noites em claro para preparar carros que convertem cada volta completada em pequenas vitórias. Bruno Senna e Lucas di Grassi mereciam uma estréia melhor na categoria, mas trabalham com serenidade para superar os percalços de suas respectivas realidades.

Numa
nota final, mas não menos importante, queria destacar como fiquei impressionado em ver de perto o trabalho de Rubens Barrichello ao final do domingo: depois de uma reunião intensa com todo o grupo técnico da equipe Williams, ele demonstrou na conversa conosco a mesma clareza de raciocínio e determinação para ter na equipe o sucesso atingido na Brawn – mesmo com uma tarefa obviamente mais complicada. O caminho que liga o time ao topo é longo, mas o brilhantismo das pessoas envolvidas nele pode abreviá-lo e muito.

Ainda
tivemos a volta de Michael Schumacher e da Lotus, as estréias também de Nico Hülkenberg, Vitaly Petrov e Karun Chandhok, a falta de ultrapassagens, novas estratégias e a incrível festa dos 60 anos da Fórmula 1. Enfim, assuntos para o “Credencialnão faltarão. Como sempre, coloque suas perguntas nos comentários. Até amanhã!

51 comentários:

Giovani Balduino disse...

Grande Ico

Parabéns pela cobertura.

Como sempre a corrida foi +_ previsível.

Pergunta : Vimos uma RBR muito vigorosa este fim de semana com Vettel, tanto em treino como na corrida.Será que ainda temas a afamada falta de potencia do motor Renault ? Ou ele ainda é muito eficiente e por isso eles largam mais leves ?

Joniel disse...

Oi Ico,
O que voce falou em relação a Massa é certíssimo. A cabeça erguida de a postura adulta dele são os maiores sinais de que as teorias da conspiração são infundadas. Além do mais tenho a impressão que Massa traz uma certa maturidade e inspira respeito ao ambiente da F1.

Faltou destacar a diferença significativa entre Vettel e Webber.

Leone disse...

Ico,

Muito bom, nada a acrescentar.
Valeu.

Luis disse...

Ico, desde ja muitos parabens pelo exelente trabalho realizado por si.

Gostava de lançar uma pergunta relacionada com a festa dos 60 anos da categoria: como foi encarada no paddock a ausencia de Nelson Piquet e Kimi Raikkonen? Relacionaram a ausencia de Piquet devido ao caso de Cingapura de Nelson jr. e a de Raikkonen como mais uma prova de que estava desmotivado para a F1?

Outra pergunta, e depois de tudo o que se passou, existe quem observe e olhe para Alvaro Parente?

Um abraço de Portugal

Daniel Médici disse...

Ao menos nos últimos dez ou quinze anos, nunca havia visto uma temporada que tivesse gerado tanta expectativa antes de seu início. A expectativa é boa em muitos sentidos, mas ela sempre cobra seu preço no final. Por isso, acho normal que muita gente tenha achado o GP do Bahrein assim, meio chato, meio 'aquém'.

(Comparar o GP deste ano com o do ano passado poderia ser bastante elucidativo neste ponto, mas não creio ser necessário)

Gostei da volta das 'trocas de pneu' e do fim dos cálculos de reabastecimento, embora minha opinião não seja unânime. Gostaria de deixar para o Credencial uma pergunta nesse sentido: pelo que você sentiu no Bahrein, qual a opinião dos pilotos (atuais e veteranos) e da imprensa internacional sobre as novas regras em geral, e o fim do reabastecimento em particular? Estão animados ou desesperançosos em relação às próximas provas da temporada?

FranciscoCarlos disse...

Ico, parabéns pelos seus sempre sensacionais textos. São de uma clareza incomparável.
Não vou fazer perguntas sobre a corrida porque não pude vê-la, tive uma prova.
Mas, tem uma curiosidade que quero tirar. Quem é uma repórter, creio eu que espanhola, que em todas as entrevistas fica te interrompendo, completando tuas frases? Ela chata assim mesmo ou é só impressão? Hehe.
Abs!

Anônimo disse...

Pergunta: Se Barrichello está fazendo o mesmo trabalho de antes, como explicar que a Williams continua com engenheiros de segundo escalão que ano após ano projetam carros maia boca? Um exemplo é San Michael que pra mim nao merece o cargo que tem dentro da equipe!
Ass: Cassiano Mariani

Carlos Colangelo disse...

Grande Ico,

Fiquei impressionado como os carros que largaram com pneu duro conseguiram fazer a maior parte da corrida com pneus macios, falando mais especificamente do Rubens e do Liuzzi, pilotos que não erraram na corrida e que colocaram o pneu macio lá pela volta 20 e foram até o final com ele. Ano passado me lembro que a Bridgestone sempre deixava o intervalo de um composto entre os pneus disponibilizados pra cada GP (2 e 4 ou 1 e 3). Isto continua assim esse ano? Achei o desempenho dos dois tipos de pneus muito parecidos.

No mais, queria comentar a grande atuação do Vettel, da dupla da Ferrari, e avisar o Schumi que não se passa 3 anos corrende de moto impunemente... O alemão tem muito trabalho a recuperar se quiser superar o Rosberg...

Abraço,

Carlos

Fleetmaster disse...

Ico,

Pergunta para o credencial :
- FAz " rolo " nas suas miniaturas da Tyrrel ? ( brincadeira)
- Após o primeiro GP, qual o ral equilibrio de forças ? Teremo uma briga de apenas Ferrari x RedBull ou a Mclaren e a Mercedes mostraram bem menos do que podiam ?

Abraços

SPECBlog disse...

Ico, a Renault foi uma boa surpresa? Se o Kubica não tivesse problema na primeira volta, talvez tivesse a chance de marcar pontos logo de cara. Será que ela vai longe com o polonês? O motor é o mesmo da "Liz Gostosa" do Vettel, então, pode "dar caldo"...

Luis disse...

Opa, oh eu aqui dinovo!

Seguinte, Lotus vai usar aquele "bico" na asa traseira?

Com a confirmação da integração barabatana-asa da McLaren, RedBull vai vir com a sua versão pra Austrália ou vão precisar de mais tempo?

PS: Os motores Renault só dão problema na RedBull incrível isso!

jopa disse...

Olá Ico ! Achei que pelo menos ai no Bahrein, a Ferrari e a Red Bull estão à frente das outras, acredito que vai ser pau a pau o ano inteiro com a chegada da Mclaren e da Mercedes, mas vai depender da evolução e desenvolvimento ao longo da temporada. Massa foi fortissimo na classificação e muito bem na corrida, junto ao Alonso até ter que preservar o motor e a gasolina, penso que a dupla da Ferrari disputa o campeonato até a penultima corrida, quando Massa se sagrará campeão. Shumi, vai demorar pelo menos mais umas 3 ou 4 corridas para pegar o ritmo de novo. Já havia lhe escrito sobre a comemoração dos 60 anos da F1, deve ter sido demais. Já que acompanho desde 72 e já li e pesquisei muito os anos anteriores. Gostaria que você contasse "tintim por tintim" pra gente que tambem adora, Obrigado e excelente trabalho abraços Jopa.

Jose Roberto disse...

Ola Ico! Tudo bem? Admiro muito seu trabalho. Você ao lado do Livio Orichio são os melhores jornalistas brasileiros que nos reportam de fato o que acontece nesse seleto mundo chamado F1. Parabens!
Vamos a pergunta: Sobre as novatas. Qual a possibilidade de ainda nesta temporada aparecer um 13o. time na F1. A Stefan fez muito barulho, para sumir assim derrepende da midia. Sobre a Virgin, o que esta acontecendo para que o carro quebre tanto. Eles foram os primeiros a apresentar e testar o modelo. Hispania: Até aonde poderam chegar, visto que na verdade este GP foi apenas um teste.

Um grande abraço e continue com este belo trabalho.

Marcelonso disse...

Salve Ico,


Não tivemos aquela corrida que esperavamos,foi uma corrida monotona,muito se deve a essa pista xarope.
Alonso se deu bem,a sorte acompanha os campeões,isso é fato.

Pergunta - Hoje a Williams representa a 6º força,atrás até da Force India,você acredita mesmo que eles possam melhorar,e qual a diferença de potencia do motor Cosworth para os demais?

grande abraço e continue com o belo trabalho

José Flavio disse...

Olá Ico, parabéns pelas reportagens! Vc não achou estranho as ordens vindas da Ferrari p/o Massa poupar o motor e diminuir o ritmo, enquanto o Alonso acelerava à vontade? Já não começaram a favorecer o Alonso? Não gostei... Grande abraço,

Flavio Costa - Bragança Paulista - SP.

Washington disse...

Olá Ico! Parabéns pelo início da temporada e por nos trazer os detalhes de dentro do paddock.
Uma dúvida cruel: tirando a parte técnica e indo mais para o lado da auto-estima e coisas não mensuráveis, Barrichello foi sortudo ou azarado indo para a Williams? Ok, a oferta da McLaren veio apenas no GP Brasil e Rubinho queria mais é se garantir em algum assento, mas é melhor ser eterno segundo em um carro competitivo ou primeiro em algo não muito bom?
Me parece aquele dilema, desculpe as palavras impublicáveis, melhor ser Rei da m3rda ou m3rda do Rei? Minha sincera opinião, deve ser duro voltar a andar no meio do pelotão....
Até mais, desculpe o palavrão mas achei que ilustrava bem a situação.
Até a Austrália.....

tibone disse...

Ico, ficou sabendo que a corrida do Galvão só teve 48 voltas ?
E que a Virgin, na verdade é VRT ?


Enfim, perguntas para o Credencial :

- Uma análise do que fez o Petrov na sua estréia.
- Quantas corridas precisarão a Virgin e a Hispania, para terminar um grande prêmio ?

A Red Bull que está rápida ou foi o talento de Vettel que fez a diferença, já que a performance de Webber, deixou a desejar.

Valeu pela cobertura e vamos que vamos.

Pierre Cracovsky disse...

Temporada que se anunciava com muita expectativa e uma corrida modorrenta como sempre. O trecho novo só adicionou tempo às voltas, fazendo com que os carros passassem menos pelas retas (total de voltas foi menor), ou seja, reduzindo as (poucas) chances de ultrapassagem. Talvez o Rosberg e o Schumacher pudessem ultrapassar o Vettel com a pista sem o trecho adicional, pois claramente a Red Bull perdia tempo nas retas.

Richarley Menescal disse...

Olá Ico

Que bom que a temporada já começou, apesar de que faltou emoção nessa primeira corrida. Lendo diversos comentários depois da prova, muita gente parece decepcionada com o fato de que mesmo com tantas mudanças no regulamento pra deixar as corridas mais movimentadas, tivemos poucas situações de ultrapassagem em uma pista que isso nem deveria ser tão complicado, né?

O que você acha disso e quais suas idéias do que poderia ser feito para melhorar o espetáculo?

Caio Lucci disse...

Achei boa a corrida e achei que tiveram bastante disputas
(comparado com as outras corridas do Bahrein) Essa foi a melhor corrida que me lembro ter visto nessa pista.

Mario disse...

Salve Ico,

Achei que a corrida não teve nada de especial, foi bastante morna no geral, sem grandes emoções, estratégias diferenciadas, manobras ou ultrapassagens dignas de nota, salvo ter iniciado a disputa tâo aguardada.
Alonso foi feliz, largou no lado limpo da pista e fez uma bela manobra para superar Massa na largada, enquanto Vettel deu muito azar (traído novamente pelo motor Renault)perdendo assim uma (mais uma) prova ganha.
Fiquei curioso em saber quem são os pilotos que venceram a prova de estréia na Ferrari.
Além do espanhol, Mansell e Raikkonen, quem mais realizou a proeza?.
Parabéns pelo trabalho!

Abraço
Mario

Anônimo disse...

Ico, Massa é um piloto que se supera agora sera uma parada durissíma, quanto ao Rubens o motor(FRACO) e equipe tem que sanar as dificuldades, o bom é que ele indica o caminho e a equipe resolvendo as dificuldades

Rangel disse...

Senti falta da transmissão da radio hoje... a narração de TV me dá nos nervos. hehehe Perguntas:

- Abertura de temporada no Bahrein não dá, sinceramente. O clima de festa e o circuito MUITO mais interessante da Austrália fizeram muita falta. O pessoal do paddock teve essa impressão ou fui só eu em casa? :)

- Comentário+pergunta: bonito o equilíbrio entre o Alonso e o Massa na corrida, mostrou que em velocidade eles são praticamente idênticos. O negócio é que o Alonso não é só rápido, é completo: nas duas ou três voltas seguintes ao problema do Vettel, ele fez voltas diabolicamente rápidas pra se afastar do Massa e afastar preventivamente qualquer chance de reação. (OBS: Isso foi antes do radio pedir pro brasileiro poupar o motor) Você acha que o Massa tem condições de evoluir essa parte estratégica ao longo do ano, Ico? Ser rápido é só uma das coisas que um piloto precisa ser pra bater um sujeito como o Alonso tendo o mesmo carro... provável que nem seja a coisa mais importante, aliás.

Anônimo disse...

não acho que favoreceram o alonso, mas aquela mensagem no rádio do felipe "pense nas outras corridas" pareceu como "essa já é do alonso"... quero ver qual será a reação do alonso quando ouvir uma mensagem dessas...

abraço

Patrick

Lucas disse...

Ico,

Quem é a mulher com sotaque carregado que sempre acompanha vocês nas entrevistas com o Bruno Senna?

Valeu!

Anselmo Coyote disse...

Ico,

Tenho ouvido mta gente esculhambando o Webber, mas não foi o carro dele que soltou aquela fumaça na largada?

Abs.

Farad disse...

Olá!
Perguntas: As equipes estavam excessivamente medrosas quanto aos pneus ou foi impressão minha?
Red Bull e Ferrari me pareceram andar no fio da navalha para atingir essa performance,mesmo Alonso parecia estar poupando o carro em certos momentos. Teriam essas equipes atingido já o máximo do equipamento podendo ser logo alcançadas por Mclaren, Mercedes e Willians?
O motor cosworth é mesmo fraco? Não pareceu quando Rubens passou a STR(motor ferrari, correto?).
A impressão que tenho é que a Willians é um carro de pouco arrasto aerodinâmico, talvez para maximizar a força do motor, será isso? E willians andou tão melhor com pneus moles? ou foi questão só de peso?

Eduardo Malheiros disse...

- Olá Ico, assim como outros senti falta da transmissão pela Rádio hoje, em todo caso também foi bacana acompanhar você pelo Twitter.

- Da mesma forma, penso que o Bahrein, apesar de seu imenso deserto, é extremamente gélido para o início da temporada, ainda que com a comemoração dos 60 anos.

- Gostaria muito de saber o que pensas sobre as equipes novas em termos de performance, se possível.
Mais especificamente, no que diz respeito as possibilidades de cada uma nesse campeonato particular das estreantes, considerando, principalmente, seus investimentos/recursos.

Se achares muito cedo pra comentar, ou o tópico inapropriado para o Credencial, tudo bem. Em todo caso, fica como sugestão para um possível post futuro.

Grande abraço!

Dennis disse...

A corrida foi morna mais interessante em relação ao fim, acredito que consumo do motor e dos pneus podem provocar surpresas no fim de algumas corridas, não concorda? Outra coisa: ficou no ar uma sensação que Alonso tinha reservas pois sua melhor volta foi mais de um segundo melhor que qualquer outro o que não é normal? Acha que essa Ferrari e ele formaram o casamento perfeito nas corridas?

Leandro disse...

Pergunta para o credencial:
Na época do Senna e Prost na Mclaren,foi constatado que Senna gastava de 3% a 4% à mais de gasolina que Prost,Mansell e Piquet, por freiar mais tarde e acelerar mais cedo,você tem alguma informação dessa comparação de dentro da equipe,de um piloto consumir mais gasolina que outro?

Anônimo disse...

Alexandre Reis - Goiânia/GO

Ico, parabéns pelo brilhante trabalho.

Gostaria de saber sua opnião sobre a equipe Hispania. Será que realmente podem conseguir andar à frente das outras novatas, como a Dallara afirma ou ainda é cedo para concluirmos isso? Podemos creditar ao Collin Kolles o fato de terem conseguido pelo menos andar algumas voltas no Bahrein?

Outra pergunta: Não eram para estar extintos os aquecedores de pneus nesta temporada?

Grande Abraço...

Marcelo Urânia disse...

Grande Ico. Parabéns pelo trabalho.
E corridaça, ein, eu estava com saudade da F1.

Única pergunta, talvez um pouco clichê nesse começo de campeonato:

Se fosse determinado pela Rádio Bandeirantes q a Virgin seria chamada apenas de "VRT", por questões comerciais, vc seguiria essa determinação sem questionar?

Pergunto isso pq sinto que Galvão e Regi Leme parecem complacentes demais. Será que questionaram a Globo? Eles teriam 'peso' pra isso.

No fundo, chamar a Virgin de VRT é uma mentira.

Um abraçO!

Carlos Rodrigues disse...

Olá Ico.

Parabéns pelo trabalho e por nos ires dando conta de pormenores que escapam a qualquer adepto que segue a F1 pelos meios tradicionais.

A minha pergunta é a seguinte:

Em matéria de emotividade, não ficaste, após esta corrida com a sensação de que a proibição dos reabastecimentos foi um tiro no pé?

E para combater isto, que te parecem novas misturas de borracha intermédias, ou mesmo "amolecer" as misturas mais duras que se usam este ano, de modo a obrigar as equipas a fazerem mais paragens?

Um abraço da cidade do Porto, Portugal.

fidalgo disse...

Ico

qual a opinião geral entre o paddock da nova variante do circuito de Sahkir?

uma estratégia mais livre ao nível de pneus não poderia dar mais emotividade às corridas?

saudações de Portugal

João Vasco Serra disse...

Parabéns pela fantástica cobertura, como nos tem acostumado.

Em relação á corrida penso que se não fosse ser o inicio de época eu me sentiria frustado com o que assistimos. Muito pobre, sem espetáculo na corrida... Espero que na Austrália haja algumas diferenças, porque se se mantiver a mesma falta de ultrapassagens está na cara que este vai ser o campeonato deste ano. Vamos aguardar.

O que você acha da "desculpa" dada pelo Whitmarsh de que a McLaren teria errado os cálculos na escolha do nível de efeito do solo?

1 Abraço Tuga
João Vasco Serra

rodrigo soares disse...

Vale destacar para os descrentes em nossos pilotos que o Massinha classificou a frente de Alonso. Saiu do lado sujo da pista, muito por isso perdeu a posição. Andou trocando decimos com o piloto considerado o melhor na atualidade e após o pit andou meio segundo mais rapido por volta e só não partiu pra cima devido ao problema de aquecimento e também pq a ferrari não permitiria uma briga direta. Pra quem tem dúvida que o cara é um dos melhores pilotos do grid, a resposta ta dada

Renan Bastos Leite disse...

Vimos na corrida de ontem dois pilotos bem discretos durante a prova: Jenson Button e Mark Webber. Você não acha que os dois vão ser humilhados por seus companheiros de equipe? Porque, convenhamos, eles foram durante toda a carreira pilotos medianos.

Eduardo - Curitiba disse...

Olá Ico.
Será que as quebras ou a tentativa de evita-las sera o difencial da temporada? A ferrari já esta no segundo motor.
E consumo de combustivel, quem leva vantagem?

Eduardo
Curitiba

Anônimo disse...

Grande Ico,

parabéns pelo blog, pela cobertura e especialmente, parabéns por suas informações precisas e preciosas.
Vamos lá, tenho algumas perguntas:

1- Vettel tá fazendo a diferença com o carro da RBR, webber é fraco ou teve problemas? Comenta um pouco sobre esse GAP entre os dois.

2- Massa de fato vai conseguir andar junto com Alonso(lembro isso pq nunca, nenhum companheiro de Alonso conseguiu andar perto dele, com excessão de Hamilton) e fará um grande duelo?

3- Você acredita na melhora da McLaren e Mercedes para lutarem pelo campeonato?

4- Schumacher voltará a ser Schumacher em 4 corridas?

5- O ano para rubinho vai ser esse mesmo, andar atrás das quatro grandes, e vez ou outra conseguir um pontinho a mais com problemas mecanicos dessas equipes?

Obrigado e um abraço.

Rodrigo Brasileiro

Anônimo disse...

Fala Ico,

Mais uma vez parabéns pelo excelente trabalho!
Minha pergunta é sobre a Williams, a princípio a grande preocupação era o motor, mas no Bahrein tiveram problemas de equilíbrio. As melhorias terão de estar concentradas na aerodinamica, no motor ou é um problema de chassi?

Um abraço

Gabriel

marconi disse...

Felipe perdeu a corrida na largada. Tinha carro pra pular na frente do Alonso, mas depois da troca de pneus a equipe mandou ele tirar o pé. Se alguém espera um duelo ferrarista na pista, pode tirar o "cavalinho rampante" da chuva.

Ron Groo disse...

Achei a corrida aborrecida, mas os tilkódromos sempre produzem este tipo de sensação.

Para o Credencial: A Red Bull padece de pouco confiabilidade ou ontem foi atipico?

Luiz G disse...

Vou ficar muito surpreso se Alonso não for campeão este ano.

Para mim, isto é tão claro quanto os títulos de Schumacher em 2001, 2002 e 2004.

CelsoAM disse...

Ico,

Corrida bem monótona e previsível, a não ser pela perda de rendimento do motor do Vettel, único fator que interferiu no resultado da prova, além da constatação de que quem para antes leva vantagem.

Vc acha que com duas paradas obrigatórias mudaria muita coisa?não acha que ficaríamos presos novamente às conhecidas "ultrapassagens" nos boxes?

Já que as mudanças nas regras aerodinâmicas não surtiram efeito (sendo os difusores duplos um dos culpados por isso) e indo contra à evolução da tecnologia, não seria a hora de diminuir a eficiência dos freios? Todos se impressionam como esses carros freiam de 320 para 70km/h em apenas 70m, mas não seria esse também o grande vilão da falta de ultrapassagens?

Qual foi a impressão que ficou da parte nova desta pista? Ela ajudou ou também foi um tiro no pé? O Vettel conseguiu manter a posição para o Rosberg apenas por poder contar com este setor de baixa.

E falando das novatas, acho mais justo seus tempos serem comparados apenas aos carros da Willians, que contam com o mesmo motor.
Apesar da falta de confiabilidade, os carros da Virgin parecem superiores aos da Lotus em performance. Será que o túnel de vento está com os dias contados? Não vejo na Virgin o fiasco que muitos previam.

Abraços!

Arthur disse...

Grande Ico!

Achei uma boa corrida.Basta compararmos com os outros GPs barenitas.

-Só eu achei o desempenho da Hispania do Senna ótimo(para um "teste/corrida",achei que ele andou até rápido,antes de quebrar estava andando +- no mesmo tempo da Lotus.)????

-Todas as equipes fizeram uma parada e estavam se arrastando no final da prova.Será que não seria interessante fazer duas para andar rápido no fim??Isso não é permitido ou os times simplesmente ficaram com medo de tentar essa jogada??(ou até mesmo pq não ganhariam tempo com isso?!?!?)

-Só mais dois comentários:
*A RedBull deve estar louca para trocar de motor...

*Por que esse carro da Virgin quebra tanto?!?!?Ela sim está parecendo uma Life.


Valeu Ico!!!

Juliano Messaggi disse...

Mais uma vez parabéns pelo trabalho no blog e Twitter!!
Perguntas:
1- É verdade que peças da Hispania que normalement são feitas de fibra de carbono foram feitas de aço?
2- Quais a parcerias vegentes hoje na F1, me refiro a do tipo que a Mclaren tem com a Force India?
3- Foi só começar a temporada que não se falou mais sobre a Stefan GP. Os equipamentos dela estavan no Bahrein? E agora eles vão empacotar tudo e esperar 2011?

Vandilson disse...

olá Ico!

Na transmissão pela TV foi dito que a Mclaren terá de desenvolver outro difusor que no Bahrem estava fora do regulamento; e mesmo assim correu !

Massa depois do pit, voltou muito melhor que o Alonso, mas apareceu um problema da ventilação do lado direito do carro e ele tinha tido um problema no assóario, nos treinos!

Na willians, o desempenho foi o tema da tal reunião com o Barrichello que você sitou no post, parece que o desempenho foi abaixo do que eles apresentaram nos testes;

Marcelo Perecin disse...

Olá Ico, faz uns 2 anos que acompanho seu blog e voce está de parabens pelo seu trabalho! Acabei de ler no Tazio o Sam Michael dizendo que a Williams teve "pequenos problemas para resolver nos dias que antecederam o GP e ficou a impressão de que teríamos de apagar este incêndio durante o fim de semana para garantir nossa corrida" e "por causa disso, não foi possível mudar três ou quatro coisas no FW32", você teve alguma informaçao sobre quais foram estes problemas?

Gabriel Souza disse...

Olá caro Ico,

Não pude ver a corrida, infelizmente, mas quero deixar aqui duas perguntas:

- A manobra de Alonso na largada foi o "cartão de visitas" para Massa? Algo do tipo: "se você 'bobear' vai ser assim o ano inteiro..."
Sei que é apenas a primeira corrida da temporada, mas...

- A outra é sobre a proposta "jogada no ar" hoje de obrigar os carros a fazerem duas paradas para troca de pneus. Uma idéia ridícula, a meu ver. O problema não está no fim do reabastecimento. Está nos carros e nos circuitos. O que acha?

Abraço!

Eduardo Malheiros disse...

Ico, eis que trabalhando as 3:40 da manhã ainda me ocorre um novo tópico.

Muito se falou na pré-temporada sobre um possível bom desempenho da Sauber, com direito a possíveis surpresas.

Pré-temporada, um carro branco sem patrocínios e tempos baixos, no entanto, tendem a gerar certa desconfiança por parte dos macacos-velhos de plantão.

O que pensas sobre a Sauber no Bahrein (mesmo antes das duas quebras)? Achas que foi um desempenho específico em detrimento do circuito ou a equipe parece mesmo ter dado uma forçadinha pró-patrocínios nessa pré-temporada?

Abraço novamente!

Pinheirinho disse...

Vermelhou geral. Ferrari faz dobradinha com Alonso e Massa no primeiro GP da temporada.
Depois de um ano e meio, Alonso voltou a sentir o gostinho especial do champagner no lugar mais alto do pódio.
Volta triunfal às pistas de F1. Felipe Massa declara que segundo lugar no Grande Prêmio de Bahrein é o melhor início de temporada de sua carreira. Foi a primeira vez que Massa subiu ao pódio em uma corrida de abertura.
Pinheirinho é divulgador cultural é maranhense, a partir de Brasília. - E-mail: pinheirinhoma@hotmail.com