segunda-feira, 15 de março de 2010

FESTA IMODESTA

Uma onda gigantesca de nostalgia tomou conta do paddock do circuito do Sakhir no início da tarde de ontem. A festa dos 60 anos da Fórmula 1 teve o mérito de reunir no Bahrein dezoito dos vintes campeões mundiais vivos. faltaram mesmo os que eu havia adiantado em primeira mão aqui no blog. Kimi Räikkönen tinha um teste marcado com seu carro do WRC e Nelson Piquet, pelos comentários no local, não quis enfrentar o inevitável assédio dos jornalistas em cima do tema Cingapura.


Foi uma grande pena, mas a constelação era tão grandiosa que as ausências mal puderam ser sentidas. A festa começou com vários nomes consagrados pilotando carros históricos. Nigel Mansell pegou o túnel do tempo mais comprido e pilotou a Ferrari 375 Thin Wall Special de 1951 antes de assumir a F500 do ano seguinte – uma boa solução para encontrar cockpits que ele coubesse, afinal. Mika Hakkinen não deixou por dentro e deu suas voltas na Mercedes-Benz W196 de 1954. Desceu do carro com um sorriso enorme no rosto.


Mas nãocomo igualar a emoção de testemunhar o reencontro de lendas e suas máquinas. Quando eu poderia imaginar que veria John Surtees rasgar a reta numa Ferrari 1512, Jackie Stewart na Tyrrell 005 ou Mario Andretti na Lotus 79?


A
emoção de um cenário tão brilhante não ficou restrita apenas a fãs e jornalistas, mas se estendeu às estrelas do evento. “No sábado, estava pilotando quando encontrei no meio da volta o Jackie com a Matra MS80. Caramba, a última vez que eu tinha visto esse carro era na Corrida dos Campeões de 1969, em Brands Hatch, a primeira de F-1 que eu assisti depois que cheguei na Inglaterra”, vibrou Emerson Fittipaldi. “Jamais poderia imaginar que estaria na categoria no ano seguinte, quanto mais fazer parte desta festa maravilhosa aqui. Foi como entrar numa máquina do tempo”.


O
apelo dos nomes foi quase tão grande quanto o das máquinas. Terminadas as voltas, quem esteve na pista se juntou a outros campeões que não chegaram a pilotar. Liderados por um octagenário Jackie Brabham, além de Niki Lauda, Alan Jones, Alain Prost, Jacques Villeneuve e outros. “Black Jack” está obviamente com a saúde frágil, e praticamente surdo, mas agüentou com bravura o forte calor do sol a pino na hora da foto oficial do eventomomento da única escorregada de uma grande festa, depois que Jean Todt colocou sua namorada Michelle Yeoh entre os fotografados, o que não fazia nenhum sentido e pareceu uma baita falta de tato do presidente da FIA.


Mesmo assim, frisei e repito: foi um evento espetacular e uma rara oportunidade de ver a própria Fórmula 1 reverenciando sua história. Conversando com um colega jornalista, o sul-africano Dieter Rencken, surgiu a idéia de ressuscitar a GP Masters, colocando-a no programa dos finais de semana em algumas etapas da F-1. Tenho certeza que um punhado de ex-pilotos, campeões ou não, adoraria participar. E a resposta do público seria sensacional.


Provavelmente receberei um olhar cético e uma resposta atravessada. Mas vou sugerir isso para o Bernie na próxima corrida!

Confira abaixo outras imagens do evento. Clique nelas para ampliar!



30 comentários:

L-A. Pandini disse...

POrra, Ico! Que do cacete! Imagino a sua emoção e felicidade ao estar ao lado desses caras e desses carros. Você tirou uma foto com Jack Brabham! Caraca!

Isso aí que você viveu deve ter sido melhor que o "Dragster for Paradise", o conto do jornalista francês Johnny Rives sobre um encontro "post mortem" com todas as máquinas de corrida que fizeram a cabeça de um fã de automobilismo até 1975 (ano em que o texto foi escrito). Afinal, você não precisou morrer para passar por tudo isso!

Abração. (LAP)

Marcelo Urânia disse...

Ico, que foda, cara! Não perdeu a oportunidade de uma fotinha com o Jack Brabham, ein! haha

Inclusive, por grande influência dos seus posts, fiz um top5 de carros históricos, gostaria que vc olhasse e, como sugestão, fizesse um top5 por aqui, com certeza muito mais embasado que o meu.

Outra coisa, essa Lotus vermelha-ouro q vc nomeu como 49B no arquivo, não seria a 72A (da primeira vitoria do Emmo em 70)? E a preta JPS do Emmerson/71 não é 72B?

Belíssimas fotos! Gostei bastante da foto do Surtees na 1512. Parabéns!

Abraço!

Loucos por Autorama disse...

O melhor comentário que posso fazer :
sem palavras !!
abs

Speeder_76 disse...

Gostei do espectáculo (só no Bahrein, não é?) Gostei de ver o velho "Black Jack", frágil do alto dos seus 83 anos, a aguentar o calor e a posar ao lado do Ico... LOL!

De resto, ver Sir Jackie, o John Surtees e outros campeões a rolarem a toda a velocidade naquele tilkódromo, foi belo. E foste testemunha disso. Parabéns!

Eduardo Malheiros disse...

Emerson Fittipaldi:

“- Jamais poderia imaginar que estaria na categoria no ano seguinte, muito menos que seria patrocinado pelo grande Blog do Ico antes mesmo do nascimento da internet. (foto 9) É como entrar numa máquina do tempo!!!"

Já na foto 8, vamos ser sinceros. Alguns até esbanjaram um sorrisinho, mas de verdade, de verdade mesmo, só o Damon Hill.

Horrível... Melhor para por aqui. Hehehe.

Abraços!

Italo disse...

Caracas, Ico, foto com o Jacão foi pra acabar com tudo, parabéns!

Doravante, tu só pilota Brabham no nosso campeonatinho. :-)

Abração!

Raphael disse...

A Lotus JPS do Fittipaldi é o carro mais bonito de todos os tempos da F1. Amo também a Lotus Gold Leaf do Hill Pai. A Williams Fly Saudia do Rosberg é outra coisa linda.
Que emoção cara! Só de ver em fotos já arrepia, imagina estar lá e ouvir o ronco dessas super-máquinas! Sensacional ICO, vai postando mais fotos, por favor.
Um grande abraço, cara. Admiro seu trabalho.

Smirkoff disse...

Uma foto com o Black Jack foi mesmo o máximo, Ico!! Só falta uma com o Gurney, não é mesmo?

Anônimo disse...

FANTÁSTICO, FANTÁSTICO, FANTÁSTICO!!

Parabéns, Ico!! (putz, que "inveja"!!)

Três observações:

1) Pelos comentários acima, já confirmei que era você mesmo, com o Jack Brabham.
2) Quem foi o felizardo que guiou a Cooper T59 (e aparece numa foto com o 'Black Jack')?
3) O Jody Scheckter compareceu com o uniforme completo!! Capacete e macacão originais (?)... isso depois de, pelo menos, 30 anos!!

novamente, Fantásticas as fotos...

um abraço,
Renato

Fleetmaster disse...

Ico, Vc ainda aproveitou para um momento de tietagem né ????

Acho que este vai ser melhor post do ano, pois foi sensacional ver isto. Piltos e máquinas do passado reunidas.

FOi foi um proviligiado de ver isto in loco !

[]´s

Beatle Ed disse...

MUITO FODA!!

Desculpe Ico, mas não dá pra não dizer um palavrão vendo o Fitipaldi na sua Lotus John Player Special!!

Incrível que esses carros ainda andem e juntá-los todos foi uma idéia brilhantel.

isso precisava ser feito em Interlagos.

Se bem que… não, deixa prá lá!!

Jopa disse...

Duca!!!
Parabens por ter tido esta oportunidade e obrigado por ir mostrando para a gente, aos poucos["uma pequena forçação de barra"]para nosso deleite. Sençacional as fotos o clima , imagino as conversas os bate-papos entre o "pessoal"- fantasticos excepcionais pilotos que marcaram, alguns mais do que outros, épocas, que com alegria e ótimas recordações me remetem até 1972, e ai vem vindo até hoje em dia. Valeu ! Abraços Jopa.

ba disse...

Rapaz... sem comentários. Só as fotos já arrepiam! Ouvindo aquela "Faster" do G. Harrison, então... nossa... é de ficar sem palavras, mesmo, meu caro.

Parabéns pela cobertura! Você, pelo trabalho que desenvolve, no Tazio, na RB ou aqui no blog, mereceu participar desse momento!

Abraço!

PS: eles teceram algum comentário sobre a F-1 atual?

Kico disse...

Concordo com o Raphael: "A Lotus JPS do Fittipaldi é o carro mais bonito de todos os tempos da F1."

ICO,
Muito obrigado por esse material fantástico!

Richarley Menescal disse...

Emocionante isso. E sim, concordo com quem acha a Lotus do Emerson é o carro mais bonito da história da F1. Tinham que fazer um documentário disso e lançar em blu-ray para a gente sentir um pouco do gostinho de ver a perfeição desses carros em todos os detalhes. Além do que reunir todos esses gênios juntos, de gerações tão distintas, é algo que merece ser registrado para eternidade.

Fantástico Ico!

harerton disse...

Demais!!!!

Ico, alguém pilotou a Brabham de 83?

Tem alguma foto da Lotus 79?

[ ]'s

Harerton

foca disse...

que inveja. que foda de inveja!! posta mais fotos então pra gente curtir!
ô felizardo...
abç´
foca

foca cruz disse...

que mal pergunte, sabe quem é o proprietário da lotus do emerson?

F-1 A.L.C. disse...

que fotos maravilhosas. aquela do lotus 72 em pista é simplestmente fantástica, já é o meu fundo de tela

e ainda tem foto com black jack! que inveja!

Ituano Voador disse...

Puxa, Ico, sensacional! O papel de parede do meu computador é uma foto do Maurice Trintignant em Mônaco/57, seguido pela Cooper do Jack Brabham, salvo engano, a segunda corrida dele na F1. E você tirou uma foto junto com ele! Parabéns!!

Caíque Pereira. disse...

Ico,
Qualquer um que leia as gozações em mim, sabe do quamto sou apaixonado por MATRA, mas a foto do Damon Hill pilotando a Lotus 49, pra mim é a mais bacana, afinal a lembrança do pai é imediata, principalmente por usar o mesmo capacete...e o Lotus 49 é lindo.

Thiago Wilvert disse...

Cara, nem sei o que comentar! Que loucura!!! hahahahaha!

Parabéns pelo teu ótimo trabalho e por essa oportunidade que vc teve!

Abraço!

Ico (Luis Fernando Ramos) disse...

Pessoal, respondendo à algumas dúvidas:

- o sujeito ao lado do Jack Brabham com a Cooper é o dono do carro. Alguns como a T59 ou a McLaren M23 foram pilotados por seus proprietários. Nao sei quem sao ou o que fazem, mas estofo financeiro os caras têm.

- A Brabham de 83, assim como a McLaren de 88, nao foram para a pista em nenhum momento do final de semana.

- A Lotus 72 (mais a 25 e a 79) pertencem à "Classic Lotus", empresa do filho de Colin Chapman, Clive. As duas Williams (82 e 96) pertencem ao time ainda e ficam normalmente expostas no museu em Grove.

Abs!

Anônimo disse...

John Surtees, depois de tudo que ele passou, estar aí de cabeça erguida. É de arrepiar.

O Damon prestando homenagem ao Pai também.

Ico você presenciou a história!

Peixe Antenado disse...

Falar o q né, falta palavras p descrever, apenas de q adoraria estar lá, és realmente um felizardo por poder acompanar tudo de perto,

tem vaguinha de assistente sobrando nao?!

Brabham,Surtees,Fittipaldi,Andretti,
Stewart,falar o q né...

Peixe Antenado disse...

E os carros então, são de fazer chorar qquer fã do automobilismo!

Lotus,Brabhams,Ferraris,Coopers,Mercedes...sem mais comentários!

Anônimo disse...

Para os apaixonados este evento parece ter sido o ápice da F1. Reunir estes pilotos e suas máquinas é de arrepiar, emocionar, comover os amantes do automobilismo, principalmente aqueles, como eu, que já passaram dos 50. As Lotus 49 e 72, mais a Matra MS80, além de belíssimas, me fazem sentir uma enorme saudade daquele tempo, com direito até a um nó no gogó.
Leduard

Zé Miguel Gomes disse...

Comovente...

Ricardo Talarico disse...

Que coisa linda Ico !!
Você é um sortudo por ter presenciado essa reunião fantástica.
Abrax !
Ricardo Talarico

Mr Stripes disse...

Definitivamente, uma emoção única. Parabéns, amigo!
Sem dúvida, rever os campeões, principalmente John Surtees, que é da "nossa" época (1966), foi especial