terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

OS MARATONISTAS

Os primeiros dois dias de testes em Valência trazem uma leitura difícil da performance das equipes. Ninguém sabe o volume de combustível que cada um está testando e, para termos uma pista disso, é preciso saber em que volta de uma seqüência de quantas voltas cada piloto registrou seu melhor tempo. Infelizmente esse é o tipo de informação que não temos acesso olhando apenas a folha de tempos.


Por isso, não se precipite em dizer que a Ferrari está voando, que a Sauber vai ser a surpresa do campeonato, que a Mercedes tem de melhorar um segundo por volta para andar na frente ou que Williams e Toro Rosso vão fazer feio. É um erro querer tirar conclusões sobre isso tão cedo. Tenham em mente que as equipes estão conhecendo um carro novo (e, no caso da Williams, um motor novo) e ainda trabalhando no acerto básico dele. Mais do que isso, esta é a primeira vez que elas trabalham com as novas misturas que a Bridgestone preparou para os compostos nesta temporada.


Assim, é certo que muitos dos times andaram com o carro em condições de corrida, com pelo menos meio tanque de combustível. Usando um meio de comparação rudimentar, vale lembrar que no teste coletivo de 2008 em Valência, a McLaren de Heikki Kovalainen girou em 1min11s000. Massa ficou hoje a sete décimos dessa marca. Não tenho os dados para comparar as condições de temperatura dos dois dias, mas a sensação é a de que o tempo do brasileiro foi com o carro um pouco mais leve, talvez com ¼ da capacidade do tanquebasta comparar seu tempo de hoje com o de ontem e também levar em conta o fato dele ter feita a marca pela manhã, sendo que a tarde a pista deveria estar mais emborrachada. A configuração aerodinâmica dos carros mudou desde então, mas com o trabalho feito no difusor, a expectativa é a de que os modelos de 2010 tenham os mesmos índices de pressão aerodinâmica dos de dois anos atrás.


Mas a comparação fica mesmo muito teórica em cima da falta de dados mais relevantes das condições de cada carro. O que é realmente positivo é o fato dele ter completado 915 quilômetros em dois dias, uma distância superior à de três corridas. As outras seis equipes que testaram hoje também completaram algo em torno ou acima de cem voltas cada uma. É um sinal claro de que os modelos nasceram resistentes e que todas estão conseguindo somar dados valiosos para desenvolver os carros no início da temporada.


No post abaixo eu discuti os efeitos da ausência da Red Bull nesta primeira semana de atividades. De fato, do ponto de vista de performance, são sessões pouco significativas. Mas o fato dos carros não darem problemas e completarem tantas voltas é uma vantagem e tanto.

12 comentários:

Anônimo disse...

ICO

É sempre muito bom ler as suas análises, que tem maior valor e embasamento por você estar normalmente acompanhando in-loco, testes, treinos e corridas.
Quanto aos testes de pré temporada 2010, não podemos esquecer que nas corridas não haverá mais abastecimento e mais do que os tempos finais ou voltas voadoras, o conjunto carro x pilotagem, consumo de combustível e de pneus vão ser fatores determinantes.
A busca pela menor diferença de tempos com tanque cheio e vazio será importantíssima para a estratégia de cada equipe/piloto.
E disso agora, ainda não podemos ter idéia, sendo que as equipes devem estar de olho aberto na telemetria, analisando muito mais coisas que ano passado.
Daí ser importante a experiência de pilotos com mais quilometragem e até dos poucos que já correram em provas sem abastecimento tempos atrá.
Vamos aguardar o fim dos testes e início da temporada para vermos quem é quem.
Quanto aos palpites sem conhecimento...achismos intencionais ou não, amores por esse ou aquele piloto/equipe,vão sempre aparecer.
Coisas do esporte.

Abraço

Anselmo Coyote disse...

Ico,
Pululam boatos de que a Stefan GP vai testar em Portimão, oportunidade em que vai anunciar seus pilotos. Mas já teria dito que o primeiro piloto já tem 02 anos de F1.

Junto com essa bomba de última hora vem especulações de que o Nelsinho, que tem 02 anos de F1 e que teria recebido contato da equipe, via Bernie Eclestone, realizaria uma corrida pela NASCAR, tendo-a cancelado.

Vc sabe de algo a respeito desta silly session?

Obrigado.

Abs.

Atenágoras Souza Silva disse...

Olá, caro Ico, tudo bem?

Refaço os elogios do camarada acima, sobre a precisão das suas postagens e comentários.
Durante a sessão de treinos, estive acompanhando vários twitters, entre eles o do Grande Prêmio, o do Tazio, e da Claire Williams.
O Rubens, claramente, rodou com muito combustível, hoje, e considerando este tempo, acho que foi bem. Após o seu melhor tempo, fez uma volta em 1min15s.
Massa, após a sua melhor volta, vez uma em 1min59s, ou seja, voltou para os boxes. Você sabe se isso foi no final de uma seqüência de voltas, ou se saiu dos boxes, deu uma volta rápida e voltou?
Ainda sobre o Massa, nesses twitters eu verifiquei que em um dado momento, o Massa chegou a andar uns 6s acima do seu melhor tempo, e Sauber e Mclaren também deram voltas em torno de 1min16s ou 1min17s, denunciando que eles misturaram programas de máximo e mínimo combustível para os treinos de hoje.

Considerando que está no autódromo, você consegue acompanhar a sequência de volta de alguns carros para obter estes dados que você, sabiamentem disse faltarem para tentar diagnosticar melhor onde cada equipe está em termos de desempenho nesta pré-temporada?

Um grande abraço do fundo do meu coração vermelho de outubro de 1917,
Atenágoras Souza Silva.

Eric disse...

Boa tarde, Ico
Estive vendo algumas fotos dos testes e achei uma coisa estranha, o que é aquilo em cima do carro parecendo uma vara de pescar? Qual sua finalidade? É somente para testes?
Outra, agora em 2010 será que voltaremos a ter pits rápidos como eram atigamente? (4a5 seg)
Obrigado

Ainnem Agon disse...

Ico,

Re-refaço os elogios dos camaradas acima, sobre a precisão das suas postagens e comentários. Agora, alguém sabe que "torre preta" é aquela acima da entrada de ar da Ferrari? Ninguém ainda falou sobre ela. Seria algum "sensor"? Câmera?

Valtinho disse...

Grande Ico!

Sempre tecnico e realista em seus posts. Acho que só saberemos a força de cada equipe após a 3 primeiras corridas, pois sem saber com quanto de combustível cada equipe ta andando não da pra fazer comparações. Achei interessante o fato de só a F10 e o FW32 não possuirem a "barbatana de tubarão". Os motores Cosworth tiveram um rendimento aceitavel nesses dois dias de testes e acho que não vão fazer tão feio. É bom ver o Felipe na pista e o Barrichello motivado!!!

Abraço!

@Valtinho100

Marcelonso disse...

Salve Ico,

É realmente muito cedo para dizer algo consistente sobre os novos carros,a verdade deve começar a ser revelado apartir do Bahrein.

Por outro lado,mesmo sem dizer muita coisa,é sempre bom conseguir andar na frente.

abraço

zamborlini disse...

ico
num mundo cheio de informação como o de hoje, acho estranho o fato de vcs, jornalistas, não terem acesso ao 'volta volta' de todos os carros. realmente, sem esta informação fica um tanto quanto difícil fazer qq prognóstico. e, claro, como todas as equipes sabem muito bem a sequencia de todos os outros, somente nós ficamos privados destas informações. não haveria um jeito de fazer com q a fia fornecesse os números de maneira completa? já q existem mais de 300 jornalistas cadastrados para os testes desta semana, não poderia se fazer um 'pool' para se obter estes números??
abraços
zamborlini

Ico (Luis Fernando Ramos) disse...

Eric e Ainnem, aquela "vara" é uma antena mais sofisticada de telemetria. Ela é usada neste primeiro teste para mandar um volume maior de informacoes sobre o comportamento do carro enquanto ele está na pista. Assim que este trabalho básico está feito, eles andam sem a antena como, claro, o farao na temporada.

Ico (Luis Fernando Ramos) disse...

Atenágoras e Zamborlini, infelizmente eu nao estou no autódromo. Lá aparece no monitor o tempo das voltas dos pilotos cada vez q ele cruza o sensor na linha de chegada, mas nao sei se há uma lista impressa com a lista das voltas de cada um ao final do dia. Imagino que nao, por ser um teste (nas corridas, há). Assim, o jornalista tem q ficar de olho no monitor e fazer suas próprias anotacoes, ok?

Abs

Maximo disse...

Ico, momento provocação...

o melhor tempo de volta do Rubinho foi quase 3 décimos mais rápido que o Nico II.

Tem Pacheco dizendo(para justificar o Alonso na frente do Massa - o q é desnecessário) que a pista melhorou 1/2 seg, então, no tempo "corrigido", a vantagem do Barrica seria de 0.8 seg.

EU SEI que não quer dizer NADA, mas confesse: se fosse ao contrário o mundo ia cair na cabeça do Barrica não ia?

Anônimo disse...

"EU SEI que não quer dizer NADA, mas confesse: se fosse ao contrário o mundo ia cair na cabeça do Barrica não ia?"

Concerteza muita gente ia ta dizendo que o Barrichello ia "tomar pau de outro alemão". Não torço contra o Felipe, ao cotrario, Acho bom ver o Brasil na frente. Mas tudo ruim é culpa do Barrichello!!! Tem gente que ainda vai ter engolir muita coisa!!!